CUT PI > LISTAR NOTÍCIAS > AGÊNCIA DE NOTÍCIAS > TJ-PI EXIGE INFORMAÇÕES DA PREFEITURA E CÂMARA DE TERESINA SOBRE PROCESSO LICITATÓRIO DE PRIVATIZAÇÃO DA AGESPISA

TJ-PI exige informações da Prefeitura e Câmara de Teresina sobre processo licitatório de privatização da Agespisa

05/04/2018

#CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA AGESPISA.

Escrito por: Socorro Silva/Ascom/CUT-PI

O Tribunal de Justiça do Piauí, através do Desembargador Joaquim Santana Filho, deu despacho determinando que o Prefeito de Teresina e o presidente da Câmara de Vereadores apresentem com urgência e prioridade informações, no prazo de 30 dias, sobre o processo de subconcessão dos serviços de saneamento da capital Teresina e zonas metropolitanas, já que trata-se de um serviço público de utilidade municipal e que em Teresina foi objeto de concessão a Agespisa, não podendo, portanto, a prefeitura subconceder tais serviços.

 

 

O advogado da Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste – FRUNE, Luiz Alberto, fala que ao conceder este despacho o desembargador reconhece a importância e complexidade que envolve o tema. “No despacho o desembargador pede urgência e prioridade demonstrando a relevância do assunto, para que se possa julgar a suspensão do processo licitatório no prazo de 30 ou 45 dias”, declara o advogado.

Para o Sindicato dos Urbanitários esta é uma decisão de extrema importância para a população, já que a subconcessão aconteceu de forma atropelada e truculenta, sem respeitar os tramites legais do processo, deixando claro os interesses ocultos por trás de todo este procedimento. “O Sindicato sempre lutou contra esta privatização dos serviços de água e esgoto em Teresina por acreditar se tratar de um serviço de essencial e de grande importância para a sociedade, não podendo ser tratado como mercadoria, como aconteceu”, aponta Paulo Sampaio, presidente da entidade.

O sindicalista fala ainda que o processo de licitação, concedido pela Prefeitura e Câmara Municipal ao Governo do Estado, ocorreu de forma tumultuada, sem as devidas discussões com a sociedade ou com os trabalhadores, que foram completamente ignorados e desrespeitados durante todo o processo e que este despacho foi uma grande vitória para a categoria. “Esta é uma declaração que a Justiça reconhece que este processo licitatório está cheio de vícios e irregularidades e mais uma grande vitória de todos os piauienses nesta grande guerra contra a privatização do nosso bem maior, a água”, diz Sampaio.


Mais informações:

(86) 98883-1248 / 99988-5050 / 3221-7078

FONTE:SINTEPI

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Privatização Revista Popular Sindical FNDC

CUT PIAUÍ
Rua Riachuelo, 929 | Centro/Norte | CEP 64000-050 | Terezina | Piauí
Telefone: (86) 3223.0574 | Fax: (86) 3222.3100 | http://www.cut-pi.org.br/