CUT PI > LISTAR NOTÍCIAS > AGÊNCIA DE NOTÍCIAS > SINTE-PI VAI ÀS RUAS COM TRABALHADORES (A) DA EDUCAÇÃO, A GREVE ESTÁ CADA VEZ MAIS FORTE.

SINTE-PI vai às ruas com trabalhadores (a) da Educação, a Greve está cada vez mais forte.

01/03/2018

#Não aceitamos Golpe!

Escrito por: Socorro Silva/Ascom/CUT-PI

Munidos de Faixas e Cartazes de “Estamos em Greve”, trabalhadores (a) em educação mostram a sua indignação durante grande manifestação realizada na manhã desta quinta-feira 1º de Março de 2018. A concentração foi na Praça Rio Branco. Com o objetivo de fortalecer ainda mais a greve e mostrar o descaso do governo do estado Wellington Dias com os (as) Servidores (a) Aposentados (a), e o desrespeito com a categoria. A manifestação contou com o apoio dos servidores, estudantes e pais de alunos que veio a fortalecer ainda mais a Luta do SINTE-PI por uma educação de qualidade com valorização dos profissionais da educação.

Paulina Almeida – Presidente do SINTE-PI, durante a abertura do Ato Público reafirmou a posição da categoria, aprovada em assembleia dia 27, que foi a continuidade da greve até o governo conceda o reajuste para todos e todas, citando ainda os valores de auxílio de alguns servidores do estado e fez um comparativo ao auxílio implantado no contracheque dos servidores. “Enquanto tem servidor do estado que ganha auxílio alimentação de R$ 800, 600, 450, para os trabalhadores em educação a migalha dada foi de R$ 28, 34, 54, chegando até R$ 130,00”, disse.

“Ao colocar esta migalha, com o nome de auxílio alimentação, no contracheque do servidor, o governo do estado simplesmente reforçou a revolta dos trabalhadores e a posição contrária a este “auxílio”, excluindo totalmente os aposentados, acabando com a paridade. Queremos o reajuste de 6,81% no  vencimento de todos os servidores da educação, professores ativos e aposentados e também dos funcionários de escola, esta é a nossa proposta. Só voltaremos às escolas após o cumprimento da Lei e o pagamento do reajuste”, enfatizou Paulina.

Kassyus Lages – Vice Presidente do SINTE-PI alertou os servidores que o governo está preparando o reajuste do IASPI: “Enquanto o governo se nega a pagar o reajuste dos servidores em educação, certamente será ágil para aplicar o reajuste do Iaspi em seus contracheques. Precisamos permanecer firmes na luta pelos nossos direitos”. Disse.

Ao percorrer as ruas do centro comercial de Teresina, a população se manifestou em favor da luta dos trabalhadores com aplausos, gritos e sinais positivos em apoio à luta da categoria.

RESULTADO DA REUNIÃO COM O SECRETARIO DO GOVERNO DO ESTADO

 Ao chegar ao Palácio de Karnak, sede do governo estadual, uma equipe seguiu para uma reunião com o secretário de governo do estado, Merlong Solano e representantes da Secretaria de educação e Controladoria Geral do Estado.  A reunião em nada avançou na proposta e na implementação do auxilio realizado pelo governo. Porém o Sinte apresentou a postura dos trabalhadores em educação e solicitou uma reunião urgente com a presença do governador. Paulina finalizou a reunião dizendo que “a Greve Continua até que o governo resolva a situação de todos os trabalhadores em educação”.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Privatização Revista Popular Sindical FNDC

CUT PIAUÍ
Rua Riachuelo, 929 | Centro/Norte | CEP 64000-050 | Terezina | Piauí
Telefone: (86) 3223.0574 | Fax: (86) 3222.3100 | http://www.cut-pi.org.br/