CUT PI > LISTAR NOTÍCIAS > AGÊNCIA DE NOTÍCIAS > TRABALHADORES/A IMPEDEM AUDIÊNCIA DE PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRÁS NO PIAUÍ

Trabalhadores/a impedem audiência de privatização da ELETROBRÁS no Piauí

28/02/2018

#CONTRAPRIVATIZAÇÃO!

Escrito por: Socorro Silva/Ascom/CUT-PI

Na tarde desta quarta (28), em Teresina-Piauí, trabalhadores/a, sindicatos e movimentos sociais se uniram em defesa da Eletrobrás Distribuição Piauí, durante audiência pública proposta pelo governo e BNDES, visando discutir a privatização da empresa.

Foi aberta a audiência, porem não houve ninguém para dizer se era a favor ou contra, dando a entender que esta audiência não é legal, portanto considerada nula. Após a intervenção das entidades de trabalhadores/a, munidos(a) com apitos, e fortalecidos (a) com o grito de guerra contra a privatização da ELETROBRÁS, a audiência foi suspensa, graças à mobilização, determinação, e luta de todos/a.

Na abertura da audiência, que ocorreu no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL, o sindicato denunciou a dificuldade de acesso ao evento, que deveria ser público e aberto a todos/a. A presença de um forte aparato policial não intimidou os (a) trabalhadores (a). Além disso, para entrar no auditório era preciso apresentar identidade, passar por uma revista de uma equipe de seguranças contratados e em seguida outra revista da polícia e fazer um cadastro, e não foi permitida sequer a entrada de bandeiras das entidades.

“Esperamos que essa audiência seja nula, pelos acontecimentos, pela localização, pela truculência policial que aconteceu, ruas interditadas para uma audiência pública, se é pública porque tanta segurança, porque evitar que a população se aproxime, nós trabalhadores (a) unidos (a) vamos impedir a venda da CEPISA (ELETROBRÁS) por um preço irrisório que não seja ganho pelo capital privado, que ela possa continuar dando acesso aos piauienses do campo e da cidade, aqueles que não têm energia, acreditamos que a CEPISA como pública ela possa continuar recebendo investimentos e prestando serviço de qualidade“. Disse. Paulo Sampaio (SINTEPI).

“Vamos continuar a luta e fazer uma resistência. Vamos tomar as medidas jurídicas que forem necessárias. A Cepisa está avaliada em R$ 5 bilhões e o governo quer colocar a venda por apenas R$ 50 mil”. Concluiu. Paulo Sampaio – Presidente do Sindicato dos Urbanitários do Piauí.

Ás ruas de acesso ao local da audiência ficaram interditadas desde as 14h, com um forte aparato policial antes mesmo de qualquer movimentação de trabalhadores/a. Viaturas da PM e da STRANS fecharam todos os caminhos, impedindo o trafego de transportes, mas não conseguiram impedir que os (a) trabalhadores (a) mostrassem a sua indignação do lado interno e externo da CDL.

VITÓRIA DOS TRABALHADORES (A)

Após forte manifestação, ficou clara a impossibilidade da continuidade da audiência, que foi suspensa pela organização. Em coro, os presentes deixaram claro que a CEPISA (ELETROBRÁS) é do povo Piauiense e não deve ser privatizada, e que audiência sem a devida publicidade para informar a sociedade é fraude.

Os (a) Trabalhadores (a) se mantiveram no plenário até encerrar o prazo da audiência, tornando-a assim invalidada, pois não houve votação, nem participação das pessoas que se inscreveram para as falas. Após o término do prazo limite da audiência ás 17h, os três trabalhadores que foram detidos foram liberados, o presidente do sindicato, Paulo Sampaio, comemorou a vitória da classe trabalhadora e, ressaltou que esse é só o começo da luta em defesa da ELETROBRÁS no estado.

Paulo agradeceu a participação de todos (a), e destacou a coragem dos trabalhadores que foram detidos, algemados, e um deles ainda teve sua farda rasgada e o braço ferido.

Com a finalidade de esvaziar o plenário a central de ar condicionado fora desligada, mas não fez diferença para os (a) trabalhadores (a) que mostraram firmeza na luta, no frio, no calor, no sol ou na chuva, o que importa é a vitória, e essa foi de uma unidade bonita de se ver, na tarde desta quarta-feira.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Privatização Revista Popular Sindical FNDC

CUT PIAUÍ
Rua Riachuelo, 929 | Centro/Norte | CEP 64000-050 | Terezina | Piauí
Telefone: (86) 3223.0574 | Fax: (86) 3222.3100 | http://www.cut-pi.org.br/